Cinco anos!

Pois é! Cinco anos! 

 
Faz cinco anos que saí da casa dos meus pais e de uma das cidades em que cresci, São Bernardo do Campo (SP) e me mudei aqui para São Paulo.
 
Acho que o que mais vale dizer é que não adianta mudar de lugar pensando que vai mudar de vida. Que as coisas vão ser diferentes!
 
Quero dizer, claro que a vida muda, mas nos aspectos mais práticos, tipo, você é quem tem que fazer as contas no início do mês, tem que ver se a despensa está vazia, tem que encontrar um barbeiro novo, um jornaleiro novo, descobrir os ônibus novos para ir aos lugares, etc, etc, etc…
 
Mas é apenas um sonho, sabem? É apenas um sonho achar que você vai se tornar outra pessoa e que a vida vai entrar nos eixos se você mudar de casa ou de cidade. Acreditem, eu imaginava uma vida beeeeem diferente, quando eu me mudei para cá!
 
Só que eu continuei sendo o mesmo! Aí, não adianta nem mudar de país!
 
Não me entendam mal. É uma experiência que vale a pena, que, para ficar no velho clichê, expande os horizontes (inclusive literalmente), traz algo de novo. Traz coisas boas e ruins. Falando especificamente de mim, nossa, foi a minha maior conquista até hoje, disparado! Mas não é uma fórmula mágica para resolver todos os problemas, para conseguir tudo o que você não tinha conseguido até hoje!
 
É apenas uma parte do processo.
 
Ah, em tempo: morar sozinho é bom E é ruim. Tem horas que eu adoraria ter alguém aqui, tem horas que eu curto poder ler na cama tranquilo.
 

Nada é perfeito, não é?